Conhece-te a ti mesmo…

Conhece-te a ti mesmo…

Você já parou para fazer uma análise sobre você mesmo? O que você descobriu? Gostou da pessoa que se apresenta diante de você? Muitas vezes ao nos analisarmos, encontramos algo do qual gostamos e também algo que não aprovamos. “ Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses” Essa recomendação estava escrita na entrada do Oráculo de Delfos, no templo de Apolo, deus grego da beleza, da luz, da verdade e da profecia.

            E conhecer-se a si mesmo leva tempo, é um processo dolorido porque só aprendemos com as quedas e vitórias que vamos colecionando ao longo do tempo. Infelizmente não é possível sentar para meditar dois ou três dias e levantar da almofada sabendo tudo de si mesmo. Mas procurar se conhecer é muito importante para descobrirmos nossas forças e nossas fraquezas.

            No processo de autoconhecimento acabamos por encontrar em nós, algumas coisas das quais não gostamos, ficamos insatisfeitos e muitas vezes fugimos do espelho para outros recantos tentando nos esconder daquilo que somos. Encarar a verdade, contudo, é necessário. Somos seres inacabados, sempre em desenvolvimento, por isso precisamos nos colocar na eterna busca do conhecimento próprio e da melhoria do que somos hoje.

            Ficar diante do espelho, ver as próprias limitações e tentar erguer-se, elevar a estima de si mesmo não é nada fácil, principalmente se não nos encaixamos nos padrões exigidos pela sociedade que procura nos formatar muitas vezes.  Precisamos aceitar o que somos ou como estamos naquele momento crucial de encarar a si mesmo, podemos trabalhar nosso ser em busca de sermos melhores.

            O fato é que se nos amamos de verdade, não importa o que os outros pensem, digam ou nos recomende. Amar de verdade a si mesmo é adotar uma postura muito firme de não se deixar levar por vieses dos outros. E agora, mesmo sabendo que somos frágeis, cheios de defeitos e fraquezas, precisamos encarar essa realidade e acreditar na própria força, no próprio amor, na própria capacidade de vencer, de alcançar os sonhos.

            É quase como estar à beira do precipício que você tem que atravessar para o outro lado, mas não vê a ponte e ela está ali. Você só precisa descobrir como fazer para que esta ponte se torne visível. Aí está o segredo. Esta ponte está dentro de você e só você pode iluminá-la, só você pode seguir passo por passo e alcançar o outro lado. Essa travessia é sua e você pode conseguir. Então poderá sim ver que a luz do universo e ‘magia dos deuses’ está dentro de você.

Maria Jesus de Almeida/Administradora e
Francimar Bezerra/Cientista da Religião.
Irmãs do mesmo ventre, da mesma educação e semelhante busca.  

Compartilhar

Deixe uma resposta