ESCOLAS DÃO SHOW DE CRIATIVIDADE NO DESFILE CÍVICO DO 07 DE SETEMBRO.

ESCOLAS DÃO SHOW DE CRIATIVIDADE NO DESFILE CÍVICO DO 07 DE SETEMBRO.
FOTO: Prefeitura Municipal de Morrinhos

Aconteceu último sábado dia 7 de Setembro, desfile cívico em comemoração à Independência do Brasil. Tradicionalmente desfilaram aparato policial rodoviário, militar e civil, bombeiros, SAMU e outros órgãos que fazem parte do institucional do estado.
O show entretanto ficou com as escolas. Alunos, professores e comunidade escolar da rede municipal apresentaram o tema “Independência E Dignidade Se Constrói Com Educação: A Leitura Liberta.”


Tudo começou com o texto de Chico Buarque com o livro infantil “Chapeuzinho Amarelo” passando o recado de que o medo não pode nos impedir de sonhar. E por isso mesmo seguiu o musical “Os Saltimbancos” afirmando que todos juntos somos fortes e protagonistas do mundo que queremos.


Não ficou de fora a turma do “Sítio do Picapau Amarelo” com a boneca falante Emília, declarando que quem escreve um livro cria um castelo e quem lê mora nele. Mas não parou por aí porque em seguida as princesinhas do filme “Frozen” surgiram dizendo que somente um ato de amor verdadeiro pode aquecer um coração congelado. E elas tinham esse ato de amor pois todas cantavam “Livre Estou”.


Para garantir que a verdade prevaleça e as minorias sejam protegidas surgiu dezenas de mini “Mulheres Maravilhas” com seus laços dourados nos oferecendo uma escolha pela verdade e pela justiça. E por saber que esse mundo é injusto muitas vezes é que “Peter Pan e Sininho” vieram da Terra do Nunca para lembrar-nos que não podemos deixar de sonhar.
Assim, depois de um vendaval sempre nos deparamos com chance de sermos melhores a cada dia. Por isso a turma da Dorothy, o Leão sem coragem, o homem de lata sem coração e o espantalho sem cérebro seguiram por campo de girassóis atravessando a estrada de tijolos amarelos em busca do “Mágico de Oz” que lhe fariam melhores.


A melhoria da pessoa e a verdadeira humanidade passam pela educação sistematizada. Esse foi o recado da turma boneco “Pinóquio” que é sempre mandado para a escola pelo pai e ele está sempre escapando da obrigação. No final, o boneco de pau é recompensado pela Fada Azul quando entra nos trilhos e assume suas obrigações.


Não poderia ficar de fora, os bruxinhos mais simpáticos do cinema: Harry Potter e Hermione, que nasceram na cabeça de uma simples dona de casa britânica e que de repente se transformaram em um dos grandes sucessos mundiais em venda de livros e bilheteria do cinema. O recado do “Harry Potter” é a eterna luta do bem contra o mal.


E essa luta contra o mal começa em nosso coração, ignorando as aparências e valorizando a essência de cada pessoa. Por isso “A Bela e Fera”, celebraram sua união e seu amor dançando valsa na avenida iluminados por dezenas de velas animadas e falantes. Os famosos Lumiéres que fazem o papel de funcionários do castelo da ‘terrível fera’.


Por último e não menos importantes vieram meninas representando Nossa Senhora do Carmo e os 175 anos da Paróquia Nossa Senhora do Carmo em Morrinhos. A beleza das crianças com o menino Jesus nos braços e um “Pequeno Príncipe” muito simpático e feliz foi coroada com rosas vermelhas que não cabiam em si de tanto charme e orgulho em participar daquele ritual cívico.


A rede municipal encerrou seu desfile dando passagem para as escolas estaduais que homenagearam os 175 anos da presença da fé em Morrinhos. A lembrança da antiga capela emocionou aos que a conheceram e nela se ajoelharam e foram acolhidos. Homenagens a ao músico “Dadi”, e à saudosa professora “Mariinha” seguiram resgatando histórias de personalidades envolvidas com a educação.
Não ficou de fora homenagens à catira, ao terço dos homens e ao antigo Colégio CEXA que formou centenas e milhares de alunos. O reencontro de ex-professores, ex-alunos e ex-funcionários pintou a avenida de branco da saudade e vermelho da paixão pela escola. A chama do CEXA foi acesa novamente, mesmo que temporariamente porque o que fica é a saudade da educação que ali se fez. Muitos vínculos. Isso importa muito.

Texto:
Francimar Bezerra de Almeida
Professora da Rede Municipal
Autora do Sistema Pomares de Ensino
Presidente da Academia Morrinhense de Letras

Fotos: Prefeitura Municipal de Morrinhos, SEMED e Francimar B. de Almeida.

Compartilhar

Deixe uma resposta