Morre Dom Pedro Casaldáliga, o defensor da Floresta

Morre Dom Pedro Casaldáliga, o defensor da Floresta
Imagem disponível em : https://nossapolitica.net/2019/02/dom-pedro-casaldaliga/

        Faleceu neste sábado, 8 de agosto, o bispo emérito de São Félix do Araguaia, Dom Pedro Casaldáliga. Com 92  anos, o sacerdote católico não resistiu a uma infecção pulmonar e insuficiência respiratória, agravada pelo mal de Parkinson, que já o acometia por mais de 10 anos.
               Dom Pedro Casaldáliga era de origem catalã, de Espanha, mas vivia no Brasil a mais de 50 anos. Por este tempo, lutou pelos direitos agrários dos povos da região norte do país, pelos povos indígenas e da Amazônia. Foi um defensor da Floresta e das causas sociais. Devido às suas posições firmes em defesa dos direitos humanos, o bispo viveu uma vida de ameaças, prisões e conflitos com  os poderes estabelecidos. 
             Em 2019, uma biografia de Dom Pedro, nomeada “Um bispo contra todas as cercas – a vida e as causas de Pedro Casaldáliga” foi entregue nas mãos do Papa Francisco. Escrita pela jornalista Ana Helena Tavares, apresenta momentos significativos da história do bispo que ficou à frente da Igreja Católica em São Félix do Araguaia por mais de 30 anos.
             As homenagens ao bispo Dom Pedro Casaldáliga serão marcadas por velórios em três lugares. No sábado, foi velado  em Batatais (SP), na segunda, 10, o corpo é velado em Ribeirão Cascalheira (MT) e ainda segue para momento fúnebre em São Félix do Araguaia – (MT) ainda sem data e horário marcado.  
            Algumas das frases de Pedro Casaldáliga, revelam muito de seu espírito. 

” Na dúvida, fique do lado dos pobres.” 

“Ser o que se é, falar o que se crê, crer no que se prega, viver o que se proclama, até as últimas consequências.” 

“Estar em crise não é necessariamente uma desgraça. A crise é a febre do espírito. Onde há febre, há vida. Os mortos não têm febre.”

Da Redação
Francimar Bezerra

Compartilhar

Deixe uma resposta