PANDEMIA DO COVID-19 COLOCA O PLANETA EM ALERTA

PANDEMIA  DO COVID-19 COLOCA O PLANETA EM ALERTA
Imagem disponível em: https://www.france24.com/en/20200228-nigeria-coronavirus-milan-italy-pandemic-epidemic-contagion

     O mundo está em alerta. Raríssimos são os países que ainda não notificaram casos do novo coronavírus até o momento. O primeiro caso da pandemia provocada pelo coronavírus, nomeado de SARS-CoV2, foi identificado em Wuhan, na China, no dia 31 de dezembro de 2019.

     Em fevereiro a explosão de casos na Itália e no Irã alertaram as nações. E a partir de então, o caso já foi tratado como uma pandemia mundial. O Brasil já tem seiscentos e cinquenta casos confirmados em 20/03.

     A partir da segunda semana de março os governos estaduais por meios de suas secretarias de saúde começaram a decretar o fechamento de estabelecimentos públicos e nesta terceira semana as empresas privadas também estão sendo orientadas e forçadas a parar.

     Nesta mesma quarta-feira, 20/03 o Congresso Nacional aprovou estado de calamidade pública, o que permitirá o governo fazer compras emergenciais para equipar os hospitais e ampliar as medidas que atenderam às pessoas contaminadas com coronavírus.

    A lei é parar, ficar em casa, evitar aglomerações de pessoas, triplicar medidas de higiene. O governador de Goiás, em atitude de médico primeiramente está tomando medidas enérgicas e sendo criticado por isso. Mas o médico existente no governador está agindo com pensamento em proteger a vida acima de tudo.

     Não há questionamentos. A recomendação é isolamento social, reclusão em casa para evitar ser transmissor ou receptor do novo coronavírus. A quarentena é a palavra-chave. Os que não obedecerem e confiarem na imposição das medidas pagarão o preço. Infelizmente não só os incrédulos, a população.

     A prefeitura de Morrinhos está acompanhando as decisões sensatas vindas da esfera estadual e federal. Eventos foram cancelados, escolas fechadas, comércio também está sendo encaminhado para cerrar as portas.

   A tendência é o isolamento ser ampliado pois nessa guerra o que vale é evitar a contaminação. Apesar de muita gente não levar a sério e ignorar as medidas de proteção, a população tende a colaborar.

    É preciso fazê-lo para não ficarmos com a conta da Mortandade em nossas mãos. Que depois de tudo, tenha sido apenas uma quarentena.

Texto

Francimar Bezerra de Almeida
Professora, Jornalista, Escritora

Compartilhar

Deixe uma resposta