Segundo semestre letivo recomeça ainda com aulas não presenciais

Segundo semestre letivo recomeça ainda com aulas não presenciais
Imagem disponível em: https://ceert.org.br/noticias/educacao/26664/desigualdades-de-ensino-vao-aumentar-com-a-pandemia-diz-neca-setubal

           Com início de agosto, a volta das férias escolares e muitos estados brasileiros com onda alta de contaminação por coronavírus, as aulas continuam em regime de aulas não presenciais. O desafio dos órgãos educacionais, bem como das escolas, de professores e de pais é retomar os estudos com crianças e adolescentes que não aguentam mais ficar dentro de casa.
         Ao analisar a situação, o aumento de mortes por COVID-19 deixa autoridades apreensivas que decidem continuar com os protocolos de distanciamento social e cuidados individuais de higiene como o uso de máscara e esterilização como álcool em gel. Pensar em datas para a volta das aulas presenciais é outro desafio que decide adiar e estender os prazos para decisões de retorno, mas não definitivas. Um terceiro desafio ainda neste cenário é saber quem e quantos alunos estão conseguindo acompanhar as aulas não presenciais. Os obstáculos são muitos: nem todos tem acesso à internet, a celular, computador e outras mídias necessárias à este novo método de continuar com os estudos. Mesmo assim, diante da pandemia que assusta o mundo, uma prática necessária.

Da Redação
Francimar Bezerra

 

Compartilhar

Deixe uma resposta